sábado, 15 de novembro de 2014

Judiciário ou pacificação?

Conversando e atendendo várias pessoas nessa semana vejo o quanto está faltando, em todas as esferas, a figura do pacificador. O cara do deixa disso, que sabe dialogar frente as duras realidades da vida. Infelizmente, vem se generalizando a concepção de que toda e qualquer demanda deve ser resolvida no campo do judiciário. Que sejamos e vejamos verdadeiros pacificadores atuando em nosso meio, tendo em conta que “Bem-aventurados são os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus. ” Mateus 5:9 Essa é a grande jurisprudência.